O que é plástica ocular?

Compartilhe nas Redes:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Você sabe o que é a Plástica Ocular? Ela é uma subespecialidade da oftalmologia que, como você sabe, é o ramo da Medicina que trata os olhos. Mas diferente do que muita gente imagina, a cirurgia plástica ocular não é feita dentro dos olhos e sim ao redor, tanto para finalidade reparadora e funcional quanto para estética. 

Onde a Plástica Ocular é feita?

Para entender o que é Plástica Ocular precisamos, primeiro, identificar quais são as áreas pertencentes ao anexo ocular em que ela atua:

Pálpebras

Nós temos quatro pálpebras, sendo duas delas superiores e duas inferiores. Elas são a proteção dos olhos e funcionam como uma espécie de “para-brisa” para limpar e distribuir as lágrimas na superfície dos olhos. 

Via Lacrimal

Já a Via Lacrimal é responsável pelo caminho da lágrima em nossos olhos e funciona como um canal, que faz o escoamento da lágrima produzida pela glândula lacrimal. 

Órbita

Outra estrutura muito importante é a órbita, a cavidade óssea que abriga o globo ocular, os músculos extraoculares, a gordura, entre outros anexos.

Quem é o cirurgião plástico ocular?

Uma dúvida muito frequente sobre o que é a Plástica Ocular é se todo o oftalmologista pode executar uma plástica ocular. Não exatamente, para se tornar um plástico ocular o profissional precisa passar por, pelo menos, onze anos de formação acadêmica até receber a certificação da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Ocular. 

São seis anos para se graduar em Medicina, mais três anos de residência médica em oftalmologia e, depois, outros dois anos de treinamento em cirurgia plástica ocular. Esse especialista tem uma formação ampla no cuidado clínico e cirúrgico da saúde ocular dos pacientes.

Quais são os problemas que o plástico ocular trata?

Agora que você já sabe o que é a Plástica Ocular, vamos nos aprofundar mais sobre os problemas em que o médico especialista pode atuar. O Plástico Ocular trata casos funcionais como, por exemplo, crianças que nasceram com pálpebras caídas ou idosos que passaram a sentí-las mais pesadas, pessoas com pálpebras viradas para fora, câncer de pele na órbita ocular ou em seus anexos, fraturas orbitárias, doença ocular tireoidiana, lacrimejamento na criança e no adulto e olho seco.

Saiba tudo sobre o que é Plástica Ocular!

Quais são os casos estéticos que o plástico ocular pode tratar?

O plástico ocular também atende casos relacionados à estética facial, como cirurgias de rejuvenescimento das pálpebras. Esses profissionais também são classificados para corrigir bolsas de gordura embaixo dos olhos, e também tirar o excesso de pele das pálpebras. O médico especialista também pode tratar espasmos faciais e está preparado para lidar com pacientes que perderam os olhos e usam próteses.

Quais são os benefícios da cirurgia plástica ocular?

A cirurgia plástica ocular é uma área ampla e que devolve a qualidade de vida que só uma boa visão pode oferecer,  por isso é importante que os médicos tenham o certificado da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Ocular. Esse Órgão fiscaliza e qualifica médicos oftalmologistas há mais de meio século e, em seu site, é possível achar uma gama de médicos qualificados. 

Dra. Cristiane Bins: a sua referência de Oftalmologia em Porto Alegre!

Gostou do conteúdo sobre o que é Plástica Ocular? Sempre que você tiver dúvidas sobre a sua visão ou se aparecer alguma alteração visual, como manchas, sensibilidade à luz ou baixa visão repentina, é importante que você procure o seu médico oftalmologista. A Dra. Cristiane Bins é Oftalmologista e Especialista em Cirurgia Plástica Ocular e, se estiver na Zona Sul de Porto Alegre, pode contar com os serviços da Dra. Cristiane Bins, a sua nova referência em Oftalmologia! Clique aqui para marcar uma consulta.

Cristiane Araujo Bins - Doctoralia.com.br

Continue se Informando

Veja Mais Novidades:

O que é ptose palpebral

Ptose Palpebral: O que é, causas e tratamento

Procedimentos para rejuvenescer são cada vez mais comuns, principalmente na região facial que é nosso cartão de visita. E não seria diferente quando o assunto é o nosso olhar, que é onde nos expressamos verdadeiramente. Por isso, vamos entender tudo sobre o procedimento Ptose Palpebral.

Terçol e Calázio

Terçol ou calázio: entenda a diferença entre essas 2 doenças

Desconforto na região dos olhos, uma pequena espinha incômoda na pálpebra, olhos vermelhos. Sintomas bastante comuns no estágio inicial de duas afecções conhecidas pela grande maioria das pessoas e que até hoje gera muita confusão: o terçol e o calázio.

Agende Sua Consulta!